Bill Gates alerta o mundo!

Deu no msn: http://www.msn.com/pt-br/noticias/mundo/bill-gates-alerta-mundo-deve-se-preparar-para-uma-pandemia/ar-AAn5tSW?srcref=rss

aan5ikb

A comunidade internacional deve se dar conta de que tem que se preparar para uma pandemia, disse neste sábado Bill Gates, fundador da Microsoft, na Conferência de Segurança em Munique.

Tomando como exemplo a epidemia do ebola na África Ocidental em 2014 e 2015, a gripe espanhola em 1918 e mencionando a possível invenção de um vírus com fins “terroristas”, Gates considerou “possível” uma catástrofe em nível mundial.

Segundo o empresário americano, as guerras e os movimentos de agitação caminham lado a lado com as doenças e são mais propensos a provocar uma pandemia.

“Que apareçam na natureza ou pelas mãos de um terrorista, os epidemiologistas dizem que uma doença transmitida pelo ar que se propagam rapidamente pode matar 30 milhões de pessoas em menos de um ano”, explicou Gates durante esta reunião anual de responsáveis da diplomacia mundial.

“As zonas de guerra e outros cenários são os lugares mais difíceis para eliminar as epidemias”, assegurou.

Gates disse que é “bastante provável” que o mundo viva uma epidemia assim nos “próximos 10 ou 15 anos”. “Para lutar contra as pandemias globais, também se deve lutar contra a pobreza… É por isso que corremos o risco de ignorar a relação entre segurança de saúde e segurança internacional”.

Bill Gates, que fez sua fortuna com a empresa de software Microsoft e agora destina milhões de dólares para a filantropia, pediu que os Estados invistam na pesquisa para desenvolver tecnologias capazes de criar vacinas em poucos meses.

E lembrou que a maioria das medidas de controle necessárias são as que os governos realizaram para fazer frente a um ataque biológico terrorista.

“O custo global na preparação diante de uma pandemia está estimado em 3,4 bilhões de dólares por ano. A perda anual que uma pandemia provocaria poderia alcançar os 570 bilhões”, afirmou.

Um dia você aprende – Willian Shakespeare

Um dia você aprende – Willian Shakespeare

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade. E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a pedoá-la.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la; e que você, em um instante, pode fazer coisas das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e que, de fato, os bons e verdadeiros amigos foram a nossa própria família que nos permitiu conhecer. Aprende que não temos que mudar de amigos: se compreendermos que os amigos mudam (assim como você), perceberá que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou até coisa alguma, tendo, assim mesmo, bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito cedo, ou muito depressa. Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que verdadeiramente amamos com palavras brandas, amorosas, pois cada instante que passa carrega a possibilidade de ser a última vez que as veremos; aprende que as circunstâncias e os ambientes possuem influência sobre nós, mas somente nós somos responsáveis por nós mesmos; começa a compreender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que se pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se deseja tornar, e que o tempo é curto. Aprende que não importa até o ponto onde já chegamos, mas para onde estamos, de fato, indo – mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar servirá.

Aprende que: ou você controla seus atos e temperamento, ou acabará escravo de si mesmo, pois eles acabarão por controlá-lo; e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada ou frágil seja uma situação, sempre existem dois lados a serem considerados, ou analisados.

Aprende que heróis são pessoas que foram suficientemente corajosas para fazer o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências de seus atos. Aprende que paciência requer muita persistência e prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, poderá ser uma das poucas que o ajudará a levantar-se. (…) Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido: simplesmente o mundo não irá parar para que você possa consertá-lo. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar atrás. Portanto, plante você mesmo seu jardim e decore sua alma – ao invés de esperar eternamente que alguém lhe traga flores. E você aprende que, realmente, tudo pode suportar; que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz. E que realmente a vida tem seu valor, e, você, o seu próprio e inquestionável valor perante a vida.

Willian Shakespeare
thL6CTR61N

Resumo Bem Estar 3/7/15

Bem-estar2

O programa Bem Estar de hoje foi ótimo, fiz este relato sobre o que entendi das explicações médicas.
O desvio da coluna pode ser construído pela má postura.
Um simples deslocamento para ver uma mensagem de texto no celular altera a distancia da cabeça de nosso corpo, semelhante a um guindaste com o seu braço que move distanciando do corpo que o contem, pode provocar uma série de problemas em nossa coluna.
A nossa cabeça pode apresentar vários pesos, dependendo do ângulo e da distancia, 12kg que é o peso de uma grande melancia, mas pode chegar a pesar 18kg que é o peso de um galão de água, 22kg que é o peso de dois pneus ou 27kg que é o peso de um menino grandinho.
Logicamente depende do ângulo de inclinação e da progressão da carga que pode chegar a 27kg. O pior angulo registrado foi de 60º. Esta foi a pior inclinação olhando um celular, nesta postura por mais de duas horas estaremos sacrificando a nossa coluna, pois os nossos músculos não estão preparados para este tipo de suporte.
Com isto podemos desenvolver a enxaqueca causada por compressão das vértebras na coluna, vindo a comprometer os discos e provocando futuramente uma frisura. Tudo por causa de uma má postura.
A ginástica é um hábito indispensável para o fortalecimento de nossos músculos, a disciplina na correção postural e na elevação do celular até o campo visual que não precise da inclinação de nosso pescoço.
Hairon H. de Freitas

DIÁRIO CABOFRIENSE: OS CICLOS DA VIDA

Por: Luciana G. Rugani
Minha coluna de hoje no jornal “Diário Cabofriense”. Abaixo da foto, segue o texto para mais fácil leitura:

cantinho

Há poucos dias entramos no inverno, estação que, no Brasil, devido às variações de nosso clima que a cada ano tornam-se mais frequentes, nem sempre corresponde ao tempo mais frio, pois não são poucas as vezes em que o frio mais forte se dá no outono.

O inverno na natureza significa o tempo de recolhimento. É quando alguns animais hibernam; é a época em que, segundo os conhecedores da agricultura, a seiva das plantas desce para a raiz, sendo por isso o tempo mais propício para a poda e é quando as noites (repouso) se tornam maiores que o dia (ação).

Em nosso corpo não é diferente. É quando diminui a circulação sanguínea nos membros, para priorizar o os órgãos principais, tendo o coração que fazer maior esforço para manter a circulação em todo o corpo. Daí a necessidade de mantermos aquecidos os braços e pernas para poupar nosso sistema cardíaco, e daí também o fato de ser maior o índice de problemas cardíacos no inverno.

É a natureza desacelerando, e impondo o ritmo de recolhimento em todos os seus reinos. Ainda que a racionalidade do ser humano o torne um ser adaptável às mais diversas condições, ele está subordinado à lei maior natural que, de forma cíclica, mantém o equilíbrio que propicia a vida na Terra. No inverno, a energia é armazenada, para que na primavera aconteça o desabrochar, e o ápice se dê no verão, com o recolhimento dos frutos. E assim o ciclo se repete ano a ano.

Na natureza tudo é cíclico, até mesmo no macrocosmo. Dizem alguns cientistas que o universo passa por ciclos de retração e expansão, sendo bilhões de anos de retração e bilhões de anos em expansão. A lei é a mesma, tanto no macro como no microcosmo.

E não poderia ser diferente em nossas vidas, afinal de contas fazemos parte deste mesmo sistema natural. Percebemos isso em nosso corpo físico, através das nossas faixas etárias, como também o percebemos em nosso viver. Quantas vezes nos vemos de vento em popa, nossos dias passam acelerados, nossas tarefas e realizações diárias vão acontecendo, e de repente nos chega uma situação de freio, um limite, que nos impele a uma pausa para tomarmos fôlego e posteriormente recomeçar? E se não aceitamos esse limite, se não aceitamos essa pausa para uma reflexão e um retomar de forças, aí é que a coisa fica feia mesmo e o problema se agrava. E isso se dá tanto em nossa vida enquanto indivíduos como também enquanto sociedade, e até mesmo enquanto nação.

A própria crise econômica de um país é fruto de todo um sistema onde, se olharmos mais a fundo, a mesma lei da natureza se aplica, exigindo do homem estudos e manobras de controle e administração para que a situação não se descontrole. Vejamos por exemplo: se temos mais desenvolvimento, mais dinheiro circulando, mais compras, maior endividamento, menos poupança = inflação. E com a inflação temos preços mais altos, poder de compra diminuído, queda de vendas, desemprego, recessão. Ou seja, do ponto mais alto ao mais baixo do gráfico = expansão-retração.

Por isso a compreensão se faz cada vez mais urgente. Compreendermos que há um tempo para cada fase, e não uma única fase para todo o tempo. Cada fase é passageira, não é eterna. Se vivemos atualmente um período de crise ou dificuldade, é porque é chegado o tempo do recolhimento e da reflexão, da utilização desse tempo no autoaprimoramento, na mudança e no melhoramento interior para que a melhor solução seja encontrada e a caminhada recomeçada.

É importante sabemos ler a pauta da vida e nos adequarmos ao seu compasso para fazermos dela uma melhor melodia. Se aceitarmos essa verdade com paciência e serenidade, sabendo que o recolhimento não significa acomodação (muito pelo contrário, pois é um tempo de intenso trabalho interno para obtenção de energia e de busca de soluções), lá na frente poderemos colher frutos mais saudáveis e viver um desenvolvimento verdadeiro, mais pé no chão, alicerçado em bases mais seguras e, portanto, definitivo. E isso vale tanto para o desenvolvimento individual quanto de uma sociedade.

Reflitamos!

Luciana G. Rugani

Bem Estar Emocional

emotional-health
Proteja seu Emocional!
Todos têm a força interior, foi-nos dada por Deus, mas muitos de nós subestimamos nossa capacidade de não nos deixar abater emocionalmente. O que denota aparente fraqueza é exatamente a permissão da agressão em nós. Precisamos proteger o nosso emocional, mantendo a nossa tranquilidade interior, primeiro sabendo que, quando uma pessoa nos agride, ela está gritando para que sua dor seja aliviada, pois vive no medo e na angústia de não conseguir seus intentos, senão pela agressão, e, segundo, que ela não aprendeu ainda a se relacionar de forma madura, pois parou de crescer emocionalmente, estagnando-se na infância onde foi atingida em seus princípios que não foram devidamente protegidos. Na maioria das vezes estas pessoas não são más, elas estão equivocadas em suas ações, pois acreditam que agitando a água do riacho promoverão a saída da sujeira emocional que se encontra depositada no fundo da alma.
De certa forma ainda somos muito infantis e não aprendemos a perdoar com sabedoria e compreensão sobre tudo o que realmente acontece conosco.
Tornarmo-nos seres melhores faz parte do programa de nossa estada aqui neste planeta lindo. Sempre é tempo de procurarmos pela melhora significativa de nós mesmos, não vamos desistir de nossos intentos, mas vamos saber como buscá-los sem agressões e sem permitir que sejamos jogados pra baixo. A defesa de nosso emocional é importantíssima para o nosso bem estar físico, emocional e espiritual, somente assim vamos limpando o nosso interior.
Muita paz!

Hairon H. de Freitas.

Dia Mundial da Água – 22 de março.

 

 

agua

 

Este líquido fantástico incolor e inodoro que se adapta a qualquer frasco e ao mesmo tempo é tão resistente.

Compreendo que, sem este líquido que nos acompanha no dia a dia, ficaríamos a mercê de um mal que envolve grandes proporções, como acontece principalmente nos grandes centros onde já não reconhecemos nossos rios.

Este líquido limpa o nosso organismo por dentro e por fora, e é tão mágico que até mesmo através de um magnetismo amoroso ele transporta a cura ao nosso organismo. Mas, o triste é constatar que ele transporta também muita coisa suja que descontroladamente poluem os rios, mares e mananciais. São crimes que ainda não aprendemos ou não queremos compreender o mal que causam ao nosso próprio bem estar e ao meio ambiente onde estão vivendo criaturas inocentes que permanecem melhor quando estão em um ambiente natural.

Hoje é um dia especial e de conscientização, é um dia de alerta, de mudança de hábitos e é também um dia de divulgação e de agradecimento a quem já faz o seu melhor para a conquista de um mundo mais limpo. E olha bem, esta limpeza não depende da água para ser feita, mas sim de nossa própria vontade.

Viva a água e viva a natureza.

Hairon H. de Freitas.

O Homem e a Mulher – Victor Hugo

victor_hugo

 

 

 

 

 

Por: VICTOR HUGO

O homem é a mais elevada das criaturas;
A Mulher é o mais sublime dos ideais.

O Homem é o cérebro; a Mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz; o coração, o AMOR.
A luz fecunda, o Amor ressuscita.

O Homem é forte pela razão;
A Mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.

O Homem é capaz de todos os heroísmos;
A Mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.

O Homem é um código;
A Mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.

O Homem é um templo; a mulher é o Sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o Sacrário nos ajoelhamos.

O Homem pensa; a Mulher sonha.
Pensar é ter, no crânio, uma larva;
Sonhar é ter, na fronte, uma auréola.

O Homem é um oceano, a Mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago a poesia que deslumbra.

O Homem é a águia que voa;
A Mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.

Enfim, o Homem está colocado onde termina a terra;
A Mulher, onde começa o céu.