Dia 11/11/19 no Charitas vai acontecer lançamento duplo, com Luciana G. Rugani e Roberto Amorim


No dia 11/11/19, segunda-feira, às 18 horas, no Charitas, acontecerá o lançamento duplo de meu livro “Mar de Palavras” e do livro do poeta Roberto Amorim, “Surfando nas Letras”, ambos da Editora Foco Letras.
Será uma noite bem poética ao som de Vânia Meirelles, com piano e voz.
Um evento aberto ao público que vale a pena conferir!


Luciana Gonçalves Rugani é poetisa, natural de Belo Horizonte, porém cabo-friense de coração e também por reconhecimento oficial da câmara municipal da cidade através do Título de Cidadania Cabo-friense que lhe foi concedido. Membro fundadora da ALACAF – Academia de Letras e Artes de Cabo Frio, Luciana participou de diversas antologias, entre elas as promovidas pelo grupo “Flores Literárias” e pela Editora Foco Letras. Participou também do 4º Festival de Poesia de Lisboa, com sua poesia “O último encontro”.
A inspiração para suas poesias vem das fantasias e sonhos que Cabo Frio lhe proporciona, cidade onde, segundo ela, seu coração para sempre fez morada. Mas, a ideia primeira de escrever e deixar fluir essa inspiração e os sentimentos que dela nasceram, veio da reflexão que o filme “Sociedade dos Poetas Mortos” trouxe para sua vida. Por essa razão, Carpe Diem, expressão latina que no filme foi associada a ideia de “extrair a essência da vida”, constitui o nome original de seu blog “Cantinho das Ideias (Carpe Diem Luciana)”.
Cabo Frio e sua natureza são a fonte primária de toda a inspiração do livro “Mar de Palavras”, levando à expressão dos sentimentos na poesia e das reflexões nas crônicas. O livro nasce da ideia principal de deixar o sentimento fluir por meio da poesia, ainda que seja um simples desabafo. E as crônicas propõem reflexão, estímulo ao livre pensar. Que o mergulho nos sentimentos e reflexões deste livro possam levar o leitor a deixar fluir também em si o veio da poesia que há no interior de todo ser, que a poesia possa gerar dentro de cada um aquela vontade de extrair a essência da vida, pois nela o impossível se torna possível. Nela não há bloqueios, nem obstáculos para viver os sonhos. Na poesia, o ser se faz livre! (Luciana G. Rugani)


Nascido em Cabo Frio, em 14 de agosto de 1964, Roberto Amorim viveu sua infância em Arraial do Cabo, na Vila Industrial, onde residiu até os 18 anos de idade, quando se mudou para a cidade de Cabo Frio. Formou-se em matemática pela Ferlagos, onde também se pós- graduou-se em Análise de Sistemas. A escrita de poemas surgiu para defender a natureza e narrar suas experiências de vida.
“Surfando nas Letras” traz o poeta Roberto Amorim deslizando nas ondas da poesia e como construtor da sua própria prancha: o livro. Assim como o surfista precisa demonstrar habilidades em fazer manobras radicais, próprias da linha do surf, o autor demonstra intimidade com a natureza e com as letras, especificamente, com o mar e com a poesia. (Dra. Joyce Lima – pesquisadora, professora e poetisa).

Meu limite, meu equilíbrio.

Meu Deus, não sei o que dizer,
Quando em momento angustiante,
Perco a minha órbita
Para compor outra.

Até quando ficarei atormentado,
Esperando com o medo,
Continuando a fazer parte,
De minha vida e de meu querer.

Fico triste e sem chão.
Na inquietude pelo não,
Sem história e sem equilíbrio,
Peço de volta algum brilho.

O entusiasmo vai embora,
Acovardado ergo o olhar
Não há limite que ultrapasse
Quem eu quero enxergar.

Mas Tudo é Deus
E Tudo é Vida
Peço de volta o valor
De orbitar o meu Amor

Hairon H. de Freitas
28/5/2019

Foto: Praia do Forte, Cabo Frio

De: Hairon H. de Freitas

Uma palavra ao coração!


Ninguém na terra sofre por querer, simplesmente estamos buscando a todo momento uma forma de entendermos a vida como ela se mostra.
O nosso querer nem sempre é percebido e as vezes nem sempre é correspondido, pois as nossas limitações e as nossas expectativas são enormes.
Aqui na terra vemos muitos tipos de sofrimentos diferentes, mas nunca ou quase nunca entendemos o porque de tanta dor sendo disseminada no planeta.
Mas, quando buscamos os nossos sentimentos mais profundos, aqueles que ficam esperando algum momento oportuno para se apresentarem, nos assustamos com a substancial presença desta força que movida como um vulcão vem causar mais dores ao mundo.
O ódio faz-se impregnado em todos que causam dores e o ressentimento e a mágoa transbordam sobre os que sofrem. É um misto indefinido de emoções que não podemos entender quando é um e quando é outro, pois, apesar de nomes diferentes, todos partem da mesma força.
Deus nosso Pai não gosta quando ferimos o outro, pois ele o ama profundamente, mas como ele ama o agressor também, então ele o corrige, pois todo pai e toda mãe precisam corrigir seus filhos para evitar mais dores no mundo.
A forma mais lúcida de vivermos bem é através do ensinamento do Mestre Jesus, quando nos disse muito sobre o amor, ensinando e exemplificando sempre.
Enquanto não acordarmos para o tratamento de nosso ódio, de nossa raiva, de nossa indignação, de nossa mágoa ou de nosso ressentimento, estaremos sintonizados com esta força danosa, a qual continuaremos realimentando-a e padecendo dos profundos sofrimentos.
Outra boa orientação deixada pelos grandes mestres é a prática da oração, da meditação e da autoanálise. Sabemos que dentro da nossa grande limitação, Deus nos convida a todo instante a cedermos de nosso orgulho, para que os nossos sentimentos de deixar passar e deixar ir estejam em nosso coração. Busquemos então o princípio de nossa cura com o maior psicólogo que existe, Jesus!
Hairon H. de Freitas

Confie Sempre

Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera com paciência. Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo. Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite. Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Chico Xavier

Elucidações de Escritor Geraldo Lemos!


É incrível como a esquerda brasileira é anti-democrata. Não respeita a livre expressão e o livre arbítrio dos que tem opinião diversa da sua. Se infiltrou no movimento espírita, apesar de sua realidade materialista histórica. Partem para o ataque vil na página alheia como se tivessem este direito. Isto bem mostra sua real intenção: de se estabelecer no Brasil a ditadura marxista leninista. Onde está o respeito à liberdade alheia? Gente que não nos conhece, não convive conosco, e não conviveu com Chico Xavier se julga na posição de juízes das nossas consciências e árbitros de nossos destinos! Triste realidade esta prevista sim por Chico Xavier a todos nós que convivíamos com ele. Em 1989 Carlos Antônio Baccelli, Márcia, Dra. Marlene Nobre, Eurípedes, Vivaldo, Sonia Barsante, Dirceu Abdala, Nubor Nubor Orlando Facure, Marilusa Moreira Vasconcellos, Geraldo Lemos Neto eu próprio, e dezenas de outros amigos ouvimos tudo isto de Chico Xavier, tão bem explicado por Carlos Baccelli neste post. O perigo que Lula representava para a nação. O projeto de trevas que ele implantaria no Brasil. A falsidade de uma imagem na pele de um cordeiro enganando a muitos, mas que na realidade era um lobo. A quadrilha de assalto aos cofres públicos que ele estabeleceria no país com o objetivo financiar a sua própria perpetuação no poder. A descoberta de tudo pelas vias da justiça e sua final prisão do chefe Lula. Tudo aliás se confirmou para qualquer pessoa que tenha honestidade intelectual de enxergar os fatos. Centenas de Bilhões de reais foram desviados dos cofres públicos e das empresas estatais (Mensalão, Petrolão, Orcrim, Lava-jato, e dezenas de outros escândalos). São esses bilhões de reais desviados que matam, que ferem, que estupram, que geram a desordem social e o caos econômico em que o Brasil mergulhou a partir do governo de Dilma Rousseff e de Michel Temer. São esses desvios a real causa do Brasil ser um dos países mais violentos do mundo, um dos países mais desiguais entre os em desenvolvimento. Respeitem o voto livre da nação brasileira que acordou de seu sono letárgico para protestar com seu voto contra toda essa espécie de coisas e deu a Bolsonaro a maior votação de um primeiro turno no Brasil na história das eleições. Aprendam a respeitar a democracia! Viva o Brasil que não se curva diante do patrulhamento ideológico nem aceita mais o cabresto de falsas ilusões! Chico Xavier sim previu este momento glorioso, quer vocês queiram ou não! E Carlos Baccelli assim como eu, e muitos e centenas de nós que convivíamos com ele na intimidade somos sim fiéis a ele e seremos fiéis a ele até o fim!
Geraldo Lemos

Limpeza Canal Itajurú e Conscientização

É lamentável quanta ignorância ainda praticamos contra o nosso planeta.

No dia de hoje, 15 set. 2018, mergulhadores fizeram uma limpeza no Canal do Itajurú em apenas algumas horas retiraram uma quantidade absurda de lixo. Estas pessoas sensíveis e educadas, às quais parabenizo, reconhecem o planeta como nossa única morada e não querem que o pior aconteça. O plástico descartado nos oceanos tomou uma quantidade absurda de nossos mares, têm ilha (área 1,6 milhão km²) maior que o estado do Amazonas (área 1,57 milhão km²), que abarca uma das maiores florestas do mundo.

A situação é preocupante e requer um esforço de todos nós, para que nos tornemos colaboradores e evitemos de prejudicar o nosso bem estar que já está comprometido com tantos lixões distribuídos em todo sistema!

Imagens: Post Facebook Guarda Marítima de Cabo Frio
Hairon H. de Freitas

Uma Linda Canção!

O ser humano é um imitador nato. Quando o cantor entoa esta linda canção, as pessoas demostram seu carinho através dos gestos e suas feições são modificadas pela graciosidade da canção. Que possamos transmitir o amor em nosso caminho até chegarmos ao ponto em que, até mesmo calados, sem dizermos nada, mesmo assim transmitiremos a paz e ela tocará os corações, podendo levar aos prantos. Somos seres sensíveis e podemos valorizar o amor, sempre o amor!
Hairon H. de Freitas

Créditos: Neste vídeo assistimos a apresentação do cantor Martin Hurkens!